sexta-feira, 6 de novembro de 2009

Conceitos distorcidos

Este senhor que surge a falar no vídeo seguinte é o meu amigo Francisco Ameixa Ramos, vice-presidente da Câmara Municipal de Estremoz.

Dele se espera que carregue o Município às costas, já que dos demais eleitos em regime de permanência na Câmara Municipal não se espera grande coisa:

  • dois deles ainda não evidenciaram qualquer valia política (aliás, nem de qualquer outra natureza, já que ainda nem sequer pronunciaram uma só palavra no órgão para que foram eleitos);
  • no que concerne ao Presidente Mourinha toda a gente sabe que o trabalho árduo não é exactamente a sua maior virtude...

Por conseguinte, temos, forçosamente, de depositar todas as esperanças no Vice-Presidente. Eu quero acreditar nele. No entanto, a sua primeira intervenção na Câmara ficou manifestamente aquém das minhas expectativas, a roçar mesmo uma certa desilusão.

De facto, para quem era suposto não enfermar dos males tradicionalmente atribuídos aos políticos, começou logo a evidenciar dotes demagógicos "acima dos valores normais para a época".

Vejam só:

  1. começou por dizer que se sentia como numa sala de tribunal na qual uma sentença condenatória já tinha sido proferida contra a Senhora Vereadora Sílvia Dias; porém, não disse que a referida Senhora apenas foi convidada a justificar a sua mudança de posição política, coisa que não só não fez como "aos costumes disse nada"... desde quando é que questionar um político, no exercício do respectivo cargo, equivale a uma setença condenatória? Fantástico!
  2. depois diz que quando os políticos "viram a casaca" - que foi exactamente o que a referida Vereadora fez (ao concorrer por uma lista que perde e depois se muda para lista vencedora) - que "a democracia dá um passo em frente" (!)... enfim esta só me faz lembrar aquela máxima anarca muito comum na minha juventude: "Portugal está à beira do abismo e prestes a dar um passo... em frente". Brilhante!
  3. Finalmente, qual terá sido o interesse que a Senhora Vereadora colocou acima: o seu interesse pessoal ou, como diz o vice-presidente, o interesse global do desenvolvimento de Estremoz? Atenção Francisco que as aparências estão manifestamente contra a Senhora Vereadora, logo vai ser difícil a qualquer estremocense ver na atitude dela qualquer motivo de "honra e de orgulho".

Imagens captadas por José Gonçalez

0 Comentários:

Enviar um comentário

Receba os nossos artigos por e-mail

Related Posts with Thumbnails

Número total de visualizações de página

CQ Counter, eXTReMe Tracking and SiteMeter

eXTReMe Tracker
Site Meter