terça-feira, 8 de setembro de 2009

Eleitorado flutuante

O eleitorado flutuante constitui o sal da democracia. Constituído por aquelas pessoas que ora votam num partido ora votam noutro, esta é a franja do eleitorado que decide sempre as eleições e que manda às urtigas muitas sondagens e ainda mais opiniões avulsas.
Em Estremoz temos um exemplo claro deste fenómeno que afectou significativamente os resultados eleitorais da CDU (PCP/PEV) em 2005. No mesmo ano, esta força política registou uma diferença superior a 20 pontos percentuais (12,91% nas legislativas; 33,1% nas autárquicas).
Como toda a gente sabe este fenómeno é transversal e atinge todas as forças políticas com maior ou menor intensidade e num sentido favorável ou desfavorável. Mas este ano estou particularmente curioso quanto ao desempenho da CDU. Atendendo a que o primeiro candidato à câmara é um “profissional” da política “importado” da máquina do partido, como irá comportar-se o eleitorado que, noutras ocasiões, já votou nesta força política?

2 Comentários:

António J. B. Ramalho disse...

Acabaram de me informar que não conseguem introduzir comentários neste blogue. O presente serve apenas e somente para verificar o que se passa

António J. B. Ramalho disse...

Na sequência do comentário anterior e do post que nesta data coloquei na página principal, reproduzo aqui o teor de uma mensagem recebida, na qual me é solicitada a introdução do texto seguinte:
"Comentário:
"Como vai comportar-se o eleitorado que, noutras ocasiões, já votou nesta força politica?"
É a pergunta de António Ramalho.
E a resposta imediata de António Xxxxxxx, que pertence a este eleitorado, ao saber quem era o cabeça de lista escolhido pela CDU foi:
"Pela primeira vez parece-me que não vou votar nas eleições para o presidente da Câmara em Estremoz. Sei lá quem é esse Jorge Pinto. Em Estremoz não há gente honesta para se candidatar? Temos que papar com os Mourinhas, Fateixas e Companhia."
Neste momento, na certeza de que não voto no pára quedista da CDU, no pobre de espírito do Mourinha ou no lambe botas Fateixa do PS, estou à procura de um estremocense que seja candidato e mereça a minha confiança. Vamos ver se votarei ou não.
É uma vergonha a situação em Estremoz.
António Xxxxxxx
(Nota: esta resposta não é fictícia)"


O comentário supra reproduzido é da autoria do administrador do blogue AJPM (de volta)

Enviar um comentário

Receba os nossos artigos por e-mail

Related Posts with Thumbnails

Número total de visualizações de página

CQ Counter, eXTReMe Tracking and SiteMeter

eXTReMe Tracker
Site Meter